terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Adolescentes de 14 e 15 anos mortas na Queimadinha pode ter sido por vinganças, diz investigações

O Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), que tem o comando do delegado Jean Souza, afirma que o duplo homicídio que resultou na morte das duas adolescentes: Vitoria dos Santos Oliveira, de apenas 14 anos e Daiara Nicole Matos, 15, ocorrido na tarde do último domingo no bairro Queimadinha foi motivado por vingança.

O delegado Jean Souza afirmou que, as investigações estão apurando que as jovens teriam passado informações para alguém do paradeiro de Maicon dos Santos Ferreira da Silva, que era conhecido como “Pé de Foca”, 22 anos, assassinado com vários tiros na última quinta-feira (3), na Rua Lucatan no bairro Queimadinha.

Jean frisou ainda que, Pé de Foca teria ligação com traficante conhecido como “Mamai”, que encontra-se no Conjunto Penal de Feira de Santana. As garotas provavelmente tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

O Duplo Homicídio

No inicio da tarde de domingo (6), duas jovens foram assassinadas com vários tiros de pistola no interior de uma casa, localizada na Rua Alcides Fadigas, no bairro Queimadinha em Feira de Santana. As vitimas foram identificadas como: Vitoria dos Santos Oliveira, de apenas 14 anos e Daiara Nicole Matos, 15.

Segundo informações, as duas estavam no interior da casa, quando dois assassinos montados em uma motocicleta de dados ignorados, se aproximaram da residência, invadiram e deflagraram vários tiros. Daiara foi baleada com sete tiros, dois na cabeça, dois no tórax, dois no abdome e um na parte superior do corpo. A outra vitima foi baleada com tiros na cabeça e tórax, não resistiu e morreu no local.


Daiara ainda chegou a ser socorrida para o Hospital Estadual da Criança. Enquanto os criminosos fugiram tomando rumo ignorado. Policiais do Pelotão de Emprego em Táticas Operacionais (PETO) da 66ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), foram acionados e de imediato chegaram ao local do crime, mas não conseguiram localizar os criminosos.

Nenhum comentário: