sábado, 6 de abril de 2013

Assaltantes são presos durante assalto e tentar corromper policial


Um assalto frustrado, seguido de uma tentativa de suborno, levou de volta à cadeia Thiago dos Santos Souza, de 24 anos, contumaz em ataques a moradores e casas comerciais no Itaigara.  Desta vez, ele foi preso em companhia do primo, Hebert Pereira dos Santos, 28, que a mando de um comparsa de Thiago, tentou entregar R$ 3 mil a uma guarnição da 13ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) para que o parente, flagrado, na quarta-feira (3), com pertences de uma vítima, na área do Parque Júlio César, fosse liberado.

Thiago, que tem passagens em delegacias por furto e porte ilegal de arma, e Hebert foram apresentados à imprensa, na tarde desta sexta-feira (5), no auditório do edifício-sede da Polícia Civil, na Piedade, pelo delegado Nilton Tormes, titular da 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), e pelo tenente PM Everton, representando o subcomandante da 13ª Companhia Independente de Polícia Militar, capitão Mesquita. A carteira, uma corrente e o celular, roubados por Thiago, do morador de um edifício, na Alameda Florença, foram recuperados. O cúmplice do assaltante, apelidado de “Jojó”, está sendo procurado.


Segundo o delegado Nilton Tormes, ao chegar num táxi, em sua residência, a vítima foi rendida pelos dois assaltantes, um deles pilotando uma motocicleta Honda XRE, de cor vermelha. Poucos metros à frente do local do assalto, uma guarnição da 13ª CIPM abordou os criminosos, mas o piloto conseguiu fugir. Enquanto aguardava ser conduzido para a 16ª DT, com um revólver calibre 38, municiado, e pertences da vítima, Thiago recebeu uma ligação de “Jojó”, que havia fugido.


Já em contato com um dos policiais militares, pelo celular do comparsa, o criminoso propôs entregar R$ 3 mil aos PMs para que liberassem Thiago. Simulando aceitar a proposta, os policiais sugeriram que ele levasse o dinheiro até a Alameda Florença, aonde o corruptor chegou, momentos depois, trazendo Hebert na garupa da moto.  Ao perceber que o primo de Thiago também seria preso, o motociclista fugiu em alta velocidade.


O delegado Nilton Tormes autuou Thiago dos Santos Souza em flagrante por roubo qualificado e Hebert Pereira dos Santos por corrupção ativa. Ambos estão à disposição da Justiça, no Complexo Policial dos Barris. Os R$ 3 mil apreendidos foram depositados numa conta bancária da Justiça.

As informações são do Polícia Civil.

Nenhum comentário: