quinta-feira, 8 de março de 2012

Delegado fala sobre Chacina que vitimou quatro pessoas entre elas duas crianças

O delegado Madson Sampaio, titular da 2ª Delegacia e responsável pelas investigações da chacina que aconteceu no mês de dezembro do ano de 2009, na Fazenda Caldeirão, no distrito de Maria Quitéria, onde vitimou quatro pessoas, entre elas duas crianças de 9 e 8 anos, afirmou que em breve a comunidade vai ficar sabendo o resultado de toda a investigação.
Delegado Madson Sampaio

O delegado Madson Sampaio afirmou para reportagem da Rádio Subáe que estar próximo de concluir as investigações, mas ainda espera por resultados do Departamento de Policia Técnica de Feira de Santana. Ele revelou que algumas pessoas foram detidas, armas foram apreendidas e testemunhas foram ouvidas.

“Essa, assim como as outras chacinas como a da Rocinha, que vitimou cinco pessoas e do Pau de Léguas, em que pessoas foram queimadas, que foram julgadas pela Justiça e condenadas há mais de 100 anos, não será diferente. Embora seja mais complexo não vai demorar para nós apresentarmos resultados à comunidade ” , contou Madson.

De acordo ainda com as investigações, as crianças foram executadas possivelmente porque conheciam o assassino que praticou o duplo homicídio. O casal tinha uma longa ficha policial e já cumpriu pena no presídio do município, pontuou Sampaio para a reportagem.

A CHACINA

A cidade de Feira de Santana registrou mais uma chacina, a terceira ocorrida neste ano (2009). Por volta das 5 horas da manhã de hoje (21-12) quatro homens invadiram uma residência na Fazenda Caldeirão, no Distrito de Maria Quitéria, e assassinaram a tiros de pistolas 9mm e 380 o casal Cleidson Mariano Araujo, 29, Eliana Batista da Conceição, 41, e as crianças Breno Batista Machado, 10, filho de Eliana, e o vizinho Bruno Silva de Jesus, de 9 anos.
Cleidson foi assassinado com  vários tiros

Segundo informações policiais, os assassinos chegaram em duas motocicletas de dados ignorados. A primeira vítima teria sido Eliana, que abriu a porta atendendo ao chamado de um dos homens. Ela foi alvejada com oito tiros. Em seguida, os quatro homens invadiram a residência e assassinaram Cleidson com vários disparos. O filho do casal, Breno Batista Machado foi morto com três tiros e seu amigo Bruno Silva de Jesus foi alvejado com um tiro.
Elianatambém foi assassinada com vários tiros

Segundo um investigador da Polícia Civil, o que mais chamou atenção da equipe de investigação foram os assassinatos das crianças. “Um deles (Bruno Silva) tentou se esconder dentro do banheiro, entre o vaso sanitário e a parede, mas os covardes não tiveram piedade e o assassinaram com tiro na cabeça. Depois assassinaram o outro com três disparos, abraçado ao corpo de Cleisdon”, revelou o investigador.

Bruno da Silva morava com a mãe no mesmo bairro, mas distante uns dois ou três quilômetros do local onde aconteceu a chacina. Vanussa Ferreira da Silva, mãe de Bruno da Silva, falou para a reportagem que seu filho estava passando uns dias na casa da avó. Bruno passou o domingo brincando com Breno e acabou dormindo na casa do amigo. “Não sei o que vou fazer agora da minha vida sem o meu filho, não entendo como um ser humano tem coragem de matar duas crianças e ainda dessa forma”, lamentou Vanussa, desconsolada.

APRENSÃO DE UMA DAS PISTOLAS USADA NA MATANÇA
 
Policiais civis de Feira de Santana prenderam no mês de Setembro de 2010, durante a Operação Visão Noturna, dois homens que estavam armados com duas pistolas. A Polícia Civil descobriu que uma das pistolas apreendidas foi usada na chacina que acontecida no mês de dezembro do ano passado (2009), no Distrito de Maria Quitéria, quando quatro pessoas foram assassinadas, sendo três da uma mesma família.

A prisão aconteceu na Avenida Getúlio Vargas, nas proximidades do bairro Parque Getúlio Vargas. Os dois homens, de identidade ainda não revelada pela polícia, foram ouvidos e liberados. Apenas um deles foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma
O Serviço de Investigação da 2ª Delegacia, que tem como titular o delegado Madson Sampaio, responsável pelas investigações do crime, já suspeitava dos indivíduos presos. No início desta semana, o resultado da perícia técnica constatou que a arma apreendida foi usada na chacina.

Um comentário:

Valdiney Gomes De Oliveira disse...

Boa tarde,venho á esta comunicar q aqui em conceição co coite estamos sem água á 29dias,gostaria q vcs fizessem essa máteria grato