quarta-feira, 30 de novembro de 2011

PRF prende dois homens com 3.480 Lança-Perfume

Policiais do Grupo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal prenderam, na madrugada de ontem (30), por volta de 02h40, dois homens acusados de traficarem lança-perfume. A prisão aconteceu na Br 324, nas proximidades do Km 489, em Feira de Santana.


Os criminosos foram identificados como: Carlos Antonio Leite, 29 anos, morador do município de Irecê e Janilson Ramalho Mourão, 47 anos, residente no estado do Ceara no município do Centro. Com eles, os policiais encontraram 3.480 ampolas de Lança-Perfume.

Segundo o patrulheiro Jeferson Moraes, a dupla estava seguindo para o municio de Irecê, abordos de dois veículos, um Saveiros de cor vermelha, HZH 8888 licença de Irecê BA e outro veiculo de placa MUP 5520, de Iguatu, estado do Ceara, onde provavelmente entregaria as ampolas para um homem de dados ignorados. Quando durante fiscalização de combate à criminalidade, desconfiamos de dois veículos de passeio que estavam com sobrepeso e ao abordá-los percebemos que os condutores apresentavam sinais de inquietação (nervosismo).

Ainda de acordo com o policial, foi realizada uma revista nos carros sendo localizados 29 caixas com 120 ampolas, totalizando 3.480 unidades de substância análoga à lança-perfume. Na delegacia descobriu que o proprietário das ampolas é Janilson, onde ele queria que Carlos assumisse, porque o mesmo (Janilson) tem entrada na polícia no estado do Paraná pelo mesmo crime. Carlos afirmou que foi contratado por Janilson, para o mesmo transportar a droga.

Os dois acusados foram conduzidos, para o Complexo Policial Investigador Bandeira, onde foi autuado em flagrante por tráfico de entorpecentes.

Lança-Perfume

O lança-perfume é uma droga manufaturada com solventes químicos que acelera a frequência cardíaca, podendo chegar até 180 batimentos por minuto. Além de acelerar a frequência cardíaca, esta droga destrói as células do cérebro e pode levar o usuário a ter desmaios ou em caso extremos até à morte por parada cardíaca.

Nenhum comentário: