terça-feira, 22 de novembro de 2011

Carceragem do Complexo Policial é desocupada


Enfim, na tarde de hoje (22), 30 presos que se encontravam na carceragem do Complexo Policial Investigador Bandeira foram transferidos para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

A REBELIÃO

Um policial civil e um preso saíram gravemente feridos durante a rebelião, que estourou na manhã do dia 23 de setembro deste ano, por volta de 9h30, na Carceragem do Complexo Policial Investigador Bandeira. O investigador Novais, que é chefe de custodia, entrou na carceragem, como de costume, para fazer a contagem dos detentos. Nesse momento, um grupo de presos que estavam armados com chuços, os surpreenderam e dominaram, com o intuito de conduzi-lo até o portão que dá acesso ao pátio do Complexo para, em seguida, fugir. Nesse momento, um investigador que trabalha na Polícia Civil do município de Irecê, Regivaldo, conhecido como Chocolate, passava pela carceragem e ouviu o chamado de Novais, pedindo socorro.

Nenhum comentário: