quinta-feira, 30 de junho de 2016

Garoto que teve corpo queimado espera transferência para UTI

Um menino de quatro anos que teve 60% do corpo queimado durante os festejos de São João, em Feira de Santana, cidade que fica a cem quilômetros de Salvador, aguarda há seis dias por uma transferência para um hospital especializado em queimaduras.

O acidente ocorreu na última sexta-feira (24), quando o pai de Jeanderson de Jesus Casais tentava acender uma fogueira em frente à casa onde eles moram, no bairro do Jardim Cruzeiro. “Eu fui acender o fogo com gasolina, o vaso pegou fogo, eu me assustei e joguei o vaso para cima. Pegou no meu amigo, molhou [a gasolina] meu filho e o fogo passou para ele”, conta Joedson Casais da Silva, pai de Jeanderson.

No mesmo dia do acidente, o menino foi internado em estado grave no Hospital Estadual da Criança, em Feira de Santana. O problema é que a unidade de saúde não tem um especialista em queimaduras pra fazer a cirurgia necessária e Jeanderson precisa ser transferido para um hospital especializado.

Os parentes do menino estão desesperados com a situação. "O hospital está dando todo o atendimento que ele precisa, mas a gente precisa de uma UTI em Salvador para tratar das queimaduras dele, porque são de segundo e terceiro graus. Ele corre risco de vida. Ele está da cintura para cima todo queimado", disse Laís Lobo Santana, tia de Jeanderson.

Segundo a direção do Hospital Estadual da Criança, desde que o menino foi internado, a unidade está tentando vaga nos hospitais de Salvador.

Do G1 BA, com informações da TV Subaé


Nenhum comentário: