quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Vendedor de carro é assassinado na frente do pai na Rua Nova

O vendedor de carro Everson Freitas da Conceição, 32 anos, que residia na Rua Dos Guaranis, bairro Rua Nova em Feira de Santana foi assassinado com vários tiros de pistola, no inicio da tarde desta quinta-feira (21), por volta das 13 horas, quando conversava com o pai (Expedito da Conceição), na frente da casa onde morava.

Expedito da Conceição, pai da vitima contou para reportagem, que estava na frente da residência conversando com o filho, quando dois homens chegaram a bordos de um veiculo Siena de cor escura, sendo que, pararam o veiculo na Tomé de Souza, o motorista permaneceu no volante e o carona subiu.

“Estava eu, meu filho e minha neta, a filha dele, mas ela estava dentro do carro, quando meu filho falou, pai, já vou levar ela. Ai, só vi o cara meio alto de cor escura, rosto fino, sacou a arma da cintura e por cima do carro começou a atira no meu filho, ele falou assim, pai, se abaixa que isso é bala”.

“Quando percebi, que os tiros estavam sendo em meu filho, o assassino, ainda falou assim, sai da frente coroa se não vai pegar em você. Ai tentou partir pra cima dele (assassino), mas ele, apontou a arma pra mim e deflagrou mais dois tiros, mas não pegava em mim, acertava na parede, depois ele saiu correndo em direção ao carro deles, fui ainda atrás, mas ele deflagrou mais três tiros em minha direção”, frisou Expedito.

O pai de Everson explicou ainda para reportagem que, “se eu conseguisse segura ele, eu iria mata-lo, mas eu matava mesmo, muita ousadia, desse assassino, matar meu filho na minha frente e na frente da filha dele”, indagou o pai.

Familiares da vitima afirmou também, que Everson trabalhava como vendedor de carro na Ilha do Rato, localizada nos fundos do Feiraguai e a feira de automóvel que fica ao lado do Estádio Joia da Princesa.

Guarnições da base Comunitária de Segurança do bairro Rua Nova, se deslocaram de imediato para o local do crime, onde realizaram buscas em todo o bairro e nos bairros vizinhos, mas não conseguiram localizar os criminosos que fugiram em direção ao Centro da Cidade pela Avenida Tomé de Souza.

Policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), compareceram ao local do crime, onde realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.



Nenhum comentário: