quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Carregador morre após cair da passarela da Olimpio Vital

Um homem ainda sem identificação, que trabalhava como carregador no Centro de Abastecimento morreu no inicio da tarde desta quarta-feira (21), por volta de 12h10, após cair da Passarela Rubem Cerqueira Teixeira que liga o centro de Abastecimento ao Transbordo Central, localizada na Rua Olimpio Vital, no Centro da Cidade de Feira de Santana.

Existem pelo menos três versões sobre a morte desse carregador: a primeira, testemunha informa, que foi suicídio. “Ele era meu colega de trabalho, também sou carregador, só sei, que ele, morava no Bem-Te-Vi na Pedra do Descanso. O que percebi, ele estava desgostoso da vida e primeiro, tentou se matar pulando na frente do carro, como não conseguiu, correu subiu a Passarella e se jogou”, contou um colega da vitima.

A segunda versão: uma senhora, informou para reportagem do Polícia é Viola, que a vitima, andava pela Passarella, quando foi perseguida por três homens, quais roubou o celular dele e na confusão, ainda jogaram da passarela. “Não estava muito perto, mais o que deu para perceber foi isso, roubaram ele e ainda mataram”.

A outra versão testemunhas afirmaram para as policias técnicas que, a vitima teria roubado o celular das mãos de uma pessoa, sendo que, três ou quatro pessoas, correram atrás dele e na fuga ele pulou da Passarella. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionando, mas ao chegar ao local constatou o óbito

INVESTIGAÇÕES

Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando do delegado José Geraldo Vilaboim compareceram ao local do acidente, onde realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.


O delegado ouviu no local testemunhas, onde informaram duas versões para autoridade policial. “A primeira em suicídio e a segunda, informadas por testemunhas, que a vítima estava fugindo de uma pessoa após roubar um aparelho celular”, disse o delegado.

Nenhum comentário: