sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

“Nova Moda”: Agricultor é preso acusado de roubar água

O agricultor Paulino Correia dos Santos, 47 anos, foi preso na localidade de Morro do Fundo, zona rural do município de Serrinha, acusado de desviar água da Embasa - crime conhecido como ‘gato’. Segundo informações, Paulino foi denunciado pelos vizinhos que viram suas torneiras sem água.

De acordo com a investigação, uma moradora desconfiou da irregularidade quando teve acesso a uma das contas do vizinho e verificou que ele teve consumo zero e só pagou uma pequena taxa. Técnicos da Embasa fizeram uma inspeção e descobriram a fraude. A água desviada através de um cano ligado direto na rede da rua era armazenada em tanques da propriedade e utilizada para o consumo da casa, dos animais e até para irrigar uma plantação de hortaliças.

Segundo Lucas Araújo, gerente comercial da Embasa, estavam sendo roubados cerca de 120 mil litros de água por mês, o que daria para abastecer muitas residências. Ele revelou que somente no ano passado, a Embasa de Serrinha registrou um prejuízo em torno de R$ 400 mil. “Quem furta a água não se preocupa com o consumo e acaba desperdiçando”, disse Lucas.


Preso em flagrante e levado para a Delegacia Territorial de Serrinha, Paulino Correia dos Santos confessou o crime e tentou justificar o desvio da água. “Eu não sabia que era crime. Roubar é crime, mas trabalhar não é crime”, tentou justificar.


O delegado Mozart Cavalcante informou que o agricultor já havia sido advertido por funcionários da Embasa, mas insistiu no crime. “ No mês de outubro ele foi advertido pelos funcionários da Embasa. O pessoal desligou a água e ele voltou a ligar novamente”, declarou o delegado. O agricultor vai responder por roubo qualificado e pode pegar até 8 anos de cadeia.

Fonte: Central de Polícia, com informações da TV Subaé.


Nenhum comentário: