segunda-feira, 14 de abril de 2014

Sete homicídios registrados no final de semana



A Polícia Civil de Feira de Santana registrou mais um final de semana violento ocorrido na cidade com sete homicídios. Os crimes aconteceram nos bairros, São João; Jardim Acácia; Santa Mônica; Jardim Acácia; Rua Nova e Campo Limpo, além de um homicídio que ocorreu no interior do Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA).

Este último crime foi um dos mais comentados em toda a cidade e que chamou atenção das autoridades policiais, já que dois homens armados com revolveres e pistolas invadiram o hospital e matou um paciente no interior de uma das enfermarias. Familiares da vitima afirmaram que os criminosos entraram pela porta da frente do hospital. Outro crime que chamou atenção da sociedade foi o que um irmão mata outro e um homem é vitima de latrocínio.

Morte no HGCA

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), que tem o comando da delegada Ana Cristina já iniciaram as investigações para localizar e prender os criminosos que conseguiram entrar no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e executar um paciente com vários tiros de pistolas. Na manhã de ontem (14), o SI da DHPP recebeu as imagens do circuito interno do sistema de segurança do HGCA.


Segundo a polícia, dois homens já identificados (nomes não revelados) pularem o muro dos fundos da unidade, percorrerem por quase todo o Hospital em busca do alvo e, após achá-lo em um leito, atiraram contra ele várias vezes. O fato aconteceu na noite deste sábado (12) na presença da mãe da vítima, que chegou a ser ameaçada pelos assassinos. 

José Fabrício Lima dos Santos, conhecido como “Chocolate”, 32 anos,  foi internado, horas antes após sofrer uma tentativa de homicídio no bairro Nova Esperança. Atingido por um tiro na perna, José conseguiu fugir pedindo carona em uma carroça até o bairro Sobradinho, onde encontrou socorro no Posto da Polícia Militar em frente ao Colégio Assis Chateaubriand e levado ao HGCA.

Horas depois, quando se recuperava da cirurgia que removeu a bala, José foi surpreendido pelos mesmos homens que tentaram contra sua vida anteriormente. Durante o crime, uma acompanhante de outro paciente, Maria da Anunciação de Jesus saiu ferida com um tiro de raspão na orelha.
Com os estampidos dos disparos, houve corre-corre dentro do Hospital. Muitos pacientes e acompanhantes ficaram assustados e tiveram que receber atendimento médico. Na unidade havia dois policiais de plantão, mas no momento do crime estavam no posto da PM que fica na entrada da emergência.

São João

O adolescente, Marcus Vinicius Pereira de Souza, 17 anos, foi assassinado por volta das 14h deste sábado (12), após ser baleado por um homem de bicicleta quando passava próximo a um campo de futebol, no bairro São João, em Feira de Santana.

Segundo informações, após ser baleado, Marcus saiu correndo pela Rua dos Incas pedindo socorro entrou na garagem de uma residência morrendo no local. Não há informações sobre o motivo do crime. Marcus residia na Rua Teófilo Otoni, no bairro 

Jardim Acácia

Eles moravam juntos, bebiam juntos, mas isso não impediu que a vítima Natanael Soares Florêncio, 45 anos, fosse assassinada a golpes de faca no pescoço pelo próprio irmão, José Rubens, conhecido como Kibinho. A mãe deles presenciou o crime e ficou em estado de choque, informou testemunhas.

O crime bárbaro aconteceu próximo a casa onde os irmãos moravam, na Rua Netuno, no bairro Jardim Acácia, em Feira de Santana, por volta das 23h deste sábado (12). Segundo a Polícia, os dois estavam ingerindo bebida alcoólica durante o dia, e constantemente se desentendiam. Hoje, após uma nova discussão, José Rubens armado com uma faca de serra, desferiu os golpes no irmão, que chegou a correr até a frente da residência da tia, mas caiu morto.

No local, ninguém da família quis falar sobre o crime. O clima era de tristeza e revolta.

Santa Mônica

A Polícia tenta identificar a autoria do bárbaro crime que chocou os moradores do bairro Santa Monica 2 na madrugada deste domingo (13), em Feira de Santana. A vítima Nilton Cezar Carreira dos Santos, 46 anos, foi encontrada despida sobre a cama, com perfurações de faca no pescoço além de um pênis de borracha próximo ao corpo dando conotação que ele era homossexual.


Para tentar ocultar o cadáver, o (a) autor (a) do crime cobriu o corpo com lençóis e roupas e, em seguida, tentou atear fogo. De acordo com a delegada Clécia Vasconcelos, que presidiu o levantamento cadavérico, a Polícia apurou que vítima recebeu a visita de uma pessoa com quem tinha um relacionamento amoroso e horas depois o corpo foi localizado.

A delegada avaliou o crime como um homicídio com requinte de crueldade e afirmou que será fácil identificar a autoria.

Jardim Acácia II

O adolescente, Lucas Santana Freitas, 17 anos, que residia na rua da Penha, na localidade conhecida como Irmã Rosa, no bairro Jardim Acácia foi assassinado com vários tiros na noite de domingo (13), por volta de 19 horas.


Segundo populares da localidade, Lucas se encontrava na rua Belo Horizonte, quando um grupo de homens armados com pistolas e revolveres se aproximaram e deflagraram vários tiros.Ainda de acordo com populares, mais de quatro pessoas atiraram acertando cabeça e tórax do adolescente que não resistiu e morreu no local.

Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) compareceram ao local do crime, onde iniciaram as primeiras investigações.  

Rua Nova

Leandro José da Silva, 32 anos, foi assassinado a pauladas na cabeça e golpes de faca que atingiram o tórax, abdômen e olho esquerdo. O crime aconteceu na Avenida de Canal, em frente à Casa das Bicas, no bairro Rua Nova. 

Segundo informação da polícia, no local ninguém quis passar informação sobre o homicídio. Más, a policia suspeita que o crime tenha motivado por drogas, já que nas proximidades é ponto de venda de drogas como Crack e Maconha.
Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando da delegada Erundina Nunes compareceram ao local do crime, onde iniciaram as primeiras investigações.

Campo Limpo
Fabrício Nascimento da Silva, 30 anos, que residia na Rua Nova Iguaçú, no bairro Campo Limpo foi assassinado com golpes de faca na noite de domingo (13), quando se encontrava na frente de um bar no mesmo bairro. A esposa da vitima, identificada como Lucimar Santiago dos Santos é acusada de cometer o crime.


Segundo a polícia, Fabrício se encontrava no bar, quando Lucimar armada com uma faca tipo peixeira se aproximou e efetuou vários golpes. A vitima ainda chegou a ser socorrida, para Policlínica do bairro Parque Ipê, depois transferida para o Hospital Geral Cleriston Andrade (HGCA), onde não resistiu e morreu.

A mãe da vítima, Vilma Nascimento, disse a reportagem do Acorda Cidade que Lucimar matou Fabrício porque não aceitava a separação. Até o momento a acusada ainda não tinha sido presa.

Nenhum comentário: