sábado, 19 de abril de 2014

Mais quatro homicídios registrados nas últimas horas em Feira de Santana



Entre a noite de sexta-feira (18) e madrugada deste sábado (19), a Polícia Civil de Feira de Santana registrou cinco homicídios. Como já noticiamos anteriormente, um homicídio ocorrido no bairro Panorama e os outros, na Mangabeira; George Américo; Conceição e Baraúnas.

Mangabeira



O jovem, Rafael Santos de Jesus, 24, foi assassinado na Rua Tupinambá, bairro Mangabeira próximo a uma unidade de saúde do local. Segundo a polícia, ele caminhava pela rua, quando dois homens montados numa motocicleta de dados ignorados se aproximaram e o carona efetuou os disparos acertando cabeça e tórax. A vitima não resistiu e morreu no local, enquanto os criminosos fugiram tomando rumo ignorado.

George Américo

Uedson Alves Ramos, 27, morreu na Policlínica do bairro George Américo, após ser vitima de vários tiros. Segundo a polícia, Uedson conversava com amigos, quando um homem desconhecido se aproximou e efetuou vários tiros acertando em diversas partes do corpo.


A vitima ainda chegou ser socorrida para Policlínica, mas não resistiu. Uedson morava no0 mesmo bairro onde foi baleado.

Conceição

O adolescente, Eliabe de Jesus Souza, 16 anos foi assassinado com vários tiros na noite de ontem (18), por volta de 22 horas, quando se encontrava na rua Frei Inocêncio, no bairro Conceição.


De acordo com informações da polícia, o adolescente caminhava pela rua, quando foi surpreendido por dois homens que estavam montados numa motocicleta, onde carona com arma na mão deflagrou vários tiros acertando em diversas partes do corpo de Eliabe, que não resistiu e morreu.

A vitima residia no mesmo bairro onde foi morto.

Baraúnas

O jovem, Esdras Gomes de Oliveira, 24 anos foi morto com vários tiros no bairro Baraúnas, nas primeiras horas da madrugada deste sábado. Moradores da localidade informaram que ouviram estampidos de arma de fogo, mas não sabem se os atiradores estavam de motos ou carro ou até mesmo a pés.

Esdras residia no mesmo bairro onde foi morto.  Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) compareceram em todos os locais dos crimes e realizaram os levantamentos cadavéricos e iniciaram as primeiras investigações.

Entre as 11 horas do dia de quarta-feira (primeiro dia da greve da PM) e até a madrugada deste sábado foram registrados 45 homicídios. Vale salientar que apenas na quarta-feira, no período de 12 horas, 34 pessoas foram assassinadas na cidade.


Nenhum comentário: