quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Operação da PM e Civil apreende 300 Kg de maconha na Engomadeira



Mais de 300 quilos de maconha, divididos em 316 tabletes, foram apreendidos na segunda-feira (6), por equipes das polícias Civil e Militar, dentro de um imóvel, na localidade conhecida como Baixa de Nanã, na Engomadeira, em Salvador. Acondicionada em quatro tonéis de plástico, a droga pertence à Joeliton Correia dos Santos, o “Juju”, 36 anos, considerado um dos líderes do tráfico no bairro.


O titular em exercício da 11ª Delegacia Territorial (Tancredo Neves), delegado Alberto Schramm Filho, o comandante da 23ª Companhia Independente da Polícia Militar, major Enéas Estrela, e o subcomandante da Rondesp/Central, capitão Souza Dias, detalharam à imprensa, no final da manhã desta terça-feira (7), na sede da 11ª DT, a operação que levou à descoberta da droga. Além dos tabletes de maconha, também foram apreendidas quatro balanças.


Os policiais da 11ª DT já investigavam as atividades de Juju, foragido do sistema carcerário e com três mandados de prisão em aberto por tráfico. Ao receberam a informação de que ele estava reunido com cinco comparsas no imóvel na Baixa de Nanã, os investigadores foram até o local e, ao perceberem que os criminosos estavam fortemente armados, pediram apoio à PM. Houve troca de tiros, mas os criminosos conseguiram fugir.

Pedras de crack

Trezentas pedras de crack foram apreendidas nesta terça-feira (7) em poder dos traficantes Joaldo dos Santos Freitas Cruz, 27 anos, e Amaurílio Ribeiro Trombini, 25, por uma equipe da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE) de Feira de Santana. A dupla foi supreendida pelos investigadores numa casa, na rua Oscar Mesquita, na localidade conhecida como Parrudinha, no bairro Baraúnas.


Os investigadores foram até o local averiguar uma denúncia de tráfico e, ao perceberam a chegada da polícia, Joaldo e Amaurilio tentaram fugir, pulando um muro localizado nos fundos do imóvel, mas foram rapidamente imobilizados. Autuados em flagrante por tráfico de drogas pelo delegado titular Matheus Souza, já estão no Presídio de Feira de Santana, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Imóvel escondia drogas

Denúncias anônimas resultaram na prisão do traficante Leandro da Silva, o “Léo”, 24 anos, que teria alugado um imóvel, no bairro Alto da Aliança, em Juazeiro, com objetivo de utilizá-lo como esconderijo para drogas. No momento da prisão, portava 38 petecas de cocaína, prontas para comercialização.

Natural de Sento Sé, distante 691 quilômetros de Salvador, foi conduzido à delegacia, onde acabou autuado em flagrante. A polícia apurou que ele venderia cada papelote de cocaína por R$ 50. Léo já está no sistema prisional de Juazeiro, desde a quinta-feira passada (2).

Nenhum comentário: