quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Fugitivo do DF Nº 2 do crime preso em Feira foi recambiado de avião



O assaltante de banco e latrocida, Rodrigo Oliveira dos Santos, conhecido como “Rodriguinho ou Ganso”, 31 anos, preso na última quinta-feira (12), em um posto de lavagem de sua propriedade, localizado no conjunto Feira VII foi recambiado de jatinho (avião), na manhã de hoje (17) para o Presídio de Segurança Máxima do Distrito Federal, o conhecido Papuda, em Brasília.

Segundo informações do Serviço de Investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), responsável pela prisão do acusado, alegou que a principio as informações apontavam como Rodriguinho era um assaltante de banco de alta periculosidade, além de responder três latrocínios, no Distrito Federal e no Piaui, o mesmo era considerado o 2º criminoso mais procurado do Distrito e também é sócio do 1º criminoso mais procurado, o qual comanda o tráfico de drogas de todo o distrito.

Quatro policiais de Brasília vieram em um avião da Secretaria de Segurança do Distrito Federal na noite de ontem. Dormiu aqui em Feira de Santana e na manhã de hoje recambiaram o criminoso. Ele deve permanecer no presídio da Papuda e responder pelos crimes de latrocínios que existem no distrito e no Piauí. Ainda de acordo com o S I, em todas as fugas de Rodrigo o mesmo compra os funcionários dos presídios e das delegacias e sai na maioria das vezes pela porta da frente.

A PRISÃO     

Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), sob o comando do delegado André Ribeiro prenderam no final da manhã do dia 12 deste mes, Rodrigo Oliveira dos Santos, conhecido como “Rodriguinho”, 31 anos. Ele é foragido do Presídio de Segurança Máxima de Brasília (Papuda), onde foi condenado há mais de 30 anos, por assalto a bancos e latrocínio no Distrito Federal.

Ainda de acordo com a investigação, o acusado também responde por latrocínio e assalto a bancos no estado do Piauí. “Ele fugiu da Papuda no ano de 2011 e estava escondido em Feira de Santana no conjunto Feira VII, onde tinha o comercio de Lava Jato há um ano. Com apoio da Polícia Civil do Distrito Federal através de investigações conseguimos prender o mesmo aqui na cidade”, contou o delegado André Ribeiro.

Os investigadores afirmaram que Rodrigo é um assaltante de alta periculosidade tem várias entradas em diversas delegacias pelo Brasil. “Estamos investigando se desde quando ele chegou aqui em Feira de Santana praticou crimes, principalmente assalto a bancos na região de Feira de Santana e em outros municípios baianos”, finalizou um dos investigadores.

A FUGA
Seis presos de alta periculosidade fugiram, por volta da 1h45 desta madrugada de domingo, da Penitenciária do Governo do Distrito Federal II (PGDF-2), localizada dentro do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília (DF).
Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), que ainda investiga se houve facilitação na fuga, os presos teriam serrado a grade de uma das celas, tiveram acesso ao pátio e, utilizando uma corda feita com pedaços de pano - a chamada "tereza" , conseguiram vencer o muro. Acredita-se que algum veículo estivesse do lado de fora à espera dos presos.
Fugiram Fabiano Alfredo Alves, o "Chapolin", de 29 anos;, Wendel Corradi das Graças, o "Palmeiras", de 31 anos; Rodrigo Oliveira dos Santos, o "Rodriguinho" ou "Ganso", de 28 anos; Leandro Moreira da Rocha, o "Gordiones", de 28 anos; Everton da Mota Leda, 28 - o mais perigoso e condenado a 71 anos de prisão; e Marcos Paulo de Sousa, 26.
Todos estavam no setor de segurança máxima do presídio e cumprem penas por crimes de assalto a bancos, tráfico de drogas e homicídio. A Secretaria de Segurança Pública deve conceder nesta segunda-feira uma coletiva para fornecer mais detalhes sobre o ocorrido e informar que providências serão tomadas.
 

Nenhum comentário: