segunda-feira, 22 de abril de 2013


O segurança do Mariscão, José Roberto Elias de Oliveira, 38 ano, que foi baleado com vários tiros na noite de domingo (21), por três falsos clientes, morreu no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), na manhã desta segunda-feira (22), por volta das 9h50.
Segundo a polícia, José Roberto se encontrava no seu local de estabelecimento, localizado no bairro Coronel José Pinto, nas proximidades do Shopping Boulevard. Quando, segundo a polícia, três homens se passaram como clientes, horas antes, se negaram a pagar conta, depois saíram e em seguida retornaram e deflagram os tiros acertando o peito, as costas e a boca.


O CASO
Segundo informações policiais, às 16h, do sábado (20), três indivíduos entraram na Boate Mariscão, onde consumiram e saíram com garotas. Os acusados estavam a abordo de um veículo Hilux, cor branca, placa policial OLE-0007, licença de Feira de Santana. Às 18h30, quando a conta foi apresentada, houve uma discussão, por causa dos valores e dois deles fugiram.


O segurança conseguiu segurar o último indivíduo, que só foi liberado após pagar a conta. Por volta das 21h, dois indivíduos voltaram ao Mariscão, a bordo de um veículo Gol, cor preta, placa policial KHW-9544, onde efetuaram vários disparos de arma de fogo contra o segurança.



PRISÃO

Os criminosos foram presos em flagrante, por policiais civis que participavam da Operação Visão Noturna. As prisões ocorreram durante a madrugada de domingo. Eles foram identificados como: Rubem Célio Bastos Carneiro, comerciante de Ibotirama e acusado de homicídio em 2009; e, Maurílio Ramos da Silva, deficiente auditivo, natural de Pernambuco.

A vitima residia no bairro Santo Antônio dos Prazeres. Os três criminosos já foram encaminhados para o Conjunto Penal de Feira de Santana



Nenhum comentário: