sábado, 13 de abril de 2013

Coe é mandante de pelo menos oito homicídios, diz Polícia Civil



Preso na quinta, o líder do tráfico de drogas na Saramandaia, Cosme Paixão Lisboa, o Coe, 27 anos, foi apresentado pela polícia ontem (12) no auditório da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Segundo a Polícia Civil, Coe é mandante de pelo menos oito homicídios que aconteceram entre maio de 2011 e fevereiro de 2012, todos motivados pelo comércio de drogas na Saramandaia.

Uma das vítimas de Coe foi um comparsa dele, segundo a polícia, que executava pessoas a mando do traficante mas foi assassinado depois de desentendimento na quadrilha.

Coe foi preso em Barra do Jacuípe por uma guarnição da 59ª Companhia Independente de Polícia Militar, depois de trabalho de investigação do Grupo de Apreensão e Capturas (GRAC), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele estava com um irmão em um Gol branco quando foi abordado - o irmão chegou a ser detido, mas depois de ser interrogado foi liberado.

Coe foi condenado por tráfico de drogas em 2011 e estava foragido da Colônia Penal Lafayete Coutinho desde dezembro do ano passado, quando foi beneficiado por uma saída temporária no Natal e não mais retornou.

Tráfico e morte

Segundo a Polícia Civil, estão entre as mortes de que Coe é acusado Carlos Antônio Nobre Nunes, Jéferson Lima dos Santos, Marcos Conceição Pereira, Vagner Souza de Jesus, Alfredo da Silva Azevedo e Jônatas Pereira Santos. Ele também responde pela morte do comerciante Luis Carlos Ribeiro, assassinado dentro de sua loja em Sussuarana em fevereiro de 2012. Wallace de Oliveira Santos e Emerson dos Santos, o Leno, comparsas de Coe, são acusados de serem executores das mortes ordenadas pelo traficante.

Wallace foi encontrado morto em março do ano passado, na Mata Escura, com o corpo cravado de balas. Para a polícia, o próprio Coe mandou matar o comparsa por desentendimentos internos da quadrilha. Leno está preso desde setembro do ano passado.
 
A polícia também investiga a rivalidade entre a quadrilha de Coe com a do traficante Luciano SIlva dos Santos, o Babalu, que lidera o tráfico em Pernambués. Babalu foi preso em março deste ano. Coe volta para a penitenciária para cumprir o resto de sua pena de seis anos e dois meses de prisão.

As informações são do Correio.

Nenhum comentário: