sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Universitário é preso quando vendia lança-perfume

O estudante de Nutrição Efraim Santos Gois, de 28 anos, foi preso, na manhã desta quinta-feira (2), por investigadores da 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba) quando deixava seu apartamento, no bairro de Pernambués, com 76 ampolas de lança-perfume no banco traseiro do carro. Vendedor autônomo de produtos homeopáticos, o universitário iria revender a droga, comprada pela internet, num posto de gasolina no bairro da Pituba.

O lote fazia parte da segunda remessa de lança-perfumes adquiridos por Efraim junto a um traficante de Fortaleza, no Ceará. Segundo ele, a transação foi realizada pela internet e o dinheiro depositado numa conta corrente indicada pelo traficante, apelidado de “Emanuel” ou “Barão”. Embaladas numa caixa de papelão, as lança-perfumes foram transportadas em ônibus interestadual da linha Fortaleza/Salvador e retiradas pelo próprio estudante na garagem da empresa.

Com duas passagens pela polícia por desacato e posse de drogas, o universitário estava com todo o material acondicionado no banco traseiro do Celta, vermelho, de placa JOU-8603, quando foi preso. Em seu depoimento, além de admitir ser usuário de maconha há pelo menos três anos, alegou que a droga seria oferecida aos colegas de faculdade e a outros amigos para consumo em festas. Explicou que vendia as “lanças” para ampliar sua renda, de aproximadamente R$ 1,5 mil mensais como representante.

A polícia apurou que Efraim já havia encomendado ao traficante cearense, em outras ocasiões, cotas de anabolizantes para uso próprio. Revelou também que já havia adquirido anteriormente um lote de lança-perfumes, com 118 ampolas numa única caixa. Pagou pelo pedido a quantia de R$ 1,5 mil e o revendeu por R$ 2,5 mil a um homem identificado como Valdemar, morador de Jauá, no Litoral Norte.

Apresentado à imprensa, na tarde desta quinta-feira, pelo delegado Nilton Tormes, titular da 16ª DT, o universitário foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e permanece custodiado na carceragem da unidade à disposição da Justiça. A polícia busca agora identificar os outros envolvidos no esquema de tráfico de lança-perfumes, o traficante “Barão” e o comprador de prenome Valdem




Nenhum comentário: