quarta-feira, 6 de junho de 2012

Acidente envolvendo quatro carretas mata uma pessoa na 116 Sul

Moranguinho ficou preso nas ferragens, não resistiu e morreu

O acidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (06), por volta de 10h30, na BR 116 Sul, nas proximidades da entrada do município de Antonio Cardoso, quando quatro carretas se envolveram, deixando um condutor morto. A vitima foi identificada como Clóves Queiroz Minervino, que era apelidado como Moranguinho, 24 anos, natural do Paraná. Os outros carreteiros sofreram ferimentos leves.
Inspetor Emerson

O inspetor Emerson da Polícia Rodoviária Federal (PRF), afirmou para reportagem que, o cenário do acidente e as informações das testemunhas mostram que a carreta prata, graneleira, de placa policial AXO 1134, com licença de Riacho Alegre do Oeste, Paraná, conduzida por “Moranguinho”, veio na contra mão e batendo nas carretas.

Carreteiro Jederson
“Primeiro colidiu na lateral da carreta Bi Trem, que era conduzida por Laurindo Morgel, onde arrancou o retrovisor, depois colidiu na lateral de uma carreta rodo trem, de cor branca, de placa policial MJX 0102, licença de Ararangua, Santa Catarina, conduzida por Jederson da Silva, que no momento estava vazia, ou seja, sem carga, depois colidiu levemente em outra carreta. Em seguida bateu de frente com a carreta baú, de cor prata, de placa policial NOF 5416, licença de Natal, Rio Grande do Norte.

AMIGO TESTEMUNHA

O carreteiro Gilmar Rodrigues Pereira, 32 anos, amigo da vitima contou para reportagem que vinha logo atrás do colega, onde testemunhou todo o acidente. “Acho que ele dormiu, já que eu e ele carregamos juntos em Luis Eduardo Magalhães e saímos de lá por volta de 18h de ontem (5), descansamos pouco, rondamos mais de 15 horas sem parar, onde seguíamos para o Porto de Aratu em Salvador ”.
Gilmar Carreteiro e amigo da vitima

Gilmar contou ainda que, “hoje tomamos café juntos e saímos outra vez juntos, mas eu sempre estava a frente dele, quando passamos pelo pedágio, ele me ultrapassou e ficou na minha frente. Percebi que estava ocorrendo alguma coisa estranha com ele, ou seja, ele invadindo sempre a outra pista, comecei a chamar seu nome pelo rádio, “Moranguinho, Moranguinho, acorda velho, acorda”, mas ele não atendia”.

“Quando eu vi ele colidindo na primeira carregada, onde arrancou o retrovisor, fiquei desesperado e continuava chamando pelo nome “Moranguinho, Moranguinho, mas ele não respondia e colidiu na segunda e na terceira carreta, que também foram colisão leves, mais na última, o carreteiro que vinha no sentido contrário, vez de tudo para não colidir frontalmente, mas a carreta de Moranguinho colidiu na carroceria do segundo Bi trem, onde ele ficou preso nas ferragens e morreu”.

SAQUE
Momento em que um saqueador fica em baixo da carreta para pegar o farelo

Mesmo com o perigo a vista, moradores da região, onde ocorreu o acidente, se arriscavam e saqueavam a carga que era de trigo de soja. Mesmo assim, os saqueadores enfrentaram o perigo, já que uma carreta ficou em cima da outra, mas eles ficavam de baixos das carretas catando o trigo.

PERICIA

Os peritos da Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana, juntamente com policiais civis do município de Antonio Cardoso tiveram trabalho para pericia o acidente. Já que o corpo da vitima ficou preso nas ferragens da carroceria da carreta. Técnicos da Via Bahia compareceram ao local e retiraram o corpo da ferragem.

Também o guincho da Via Bahia teve que retirar as carretas da pista, para liberar a rodovia, já que o engarrafamento passava dos 10 Km nos dois sentidos. Mas depois de quatro horas a pista foi liberada e o transito se normalizou.

Nenhum comentário: