terça-feira, 8 de maio de 2012

Mais 419 soldados são promovidos a cabo

A ascensão para a patente de cabo, readquirida com a reestruturação da carreira da Polícia Militar, aprovada pela Assembleia Legislativa da Bahia, foi obtida por mais 419 soldados nesta terça-feira (8). A formatura aconteceu na Vila Policial Militar do Bonfim, na Avenida Dendezeiros, em Salvador.
Formatura em Feira de Santana

Dos formandos, 61 são bombeiros e 358 policiais, sendo que 200 estão lotados em Salvador e os demais em Feira de Santana, Juazeiro e Ilhéus. Participaram do curso PMs da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa), dos batalhões de Choque e Rodoviário e das demais unidades operacionais. De 2011 até agora, já se formaram para a função de cabo 1.625 soldados.
Formatura em Feira de Santana

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, destacou que a ascensão na carreira é importante não só para aumentar o vencimento dos policiais. “Temos também a preocupação com a formação policial. Estas promoções geram toda a demanda de cursos e o treinamento destes policiais ao longo de sua vida profissional”.
Formatura em Feira de Santana

Barbosa revelou que, nos últimos cinco anos, o Estado já contratou 9,5 mil PMs. “Este ano, tivemos a formatura de 1.900. É todo um esforço que o Governo da Bahia, a Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Militar vêm fazendo não só para a incorporação de novos policiais, mas também para a sua formação, com o objetivo de melhor servir à sociedade”. Ressaltou ainda que há previsão de abertura de novos concursos, tanto para a Polícia Militar quanto para as polícias Civil e a Técnica.
Formatura em Feira de Santana

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Alfredo Castro, disse que o Governo da Bahia está valorizando os policiais. “Uma das formas é esta ascensão na carreira, trazendo reflexo no serviço, uma vez que eles passaram 28 dias fazendo um curso de aperfeiçoamento”.

Momento único

“É um reconhecimento dos anos que prestamos serviço para a Polícia Militar. Um momento único e agora é esperar o curso de sargento”, afirmou o ex-soldado e agora cabo Osmar Sales, 45 anos, há 24 na corporação. “Quando entramos, não tínhamos esta expectativa, mas lutamos e, com o decorrer do tempo, conseguimos nosso espaço”, enfatizou.

O cabo Jupermes Fortunato Ribeiro, 42 anos e 19 de PM, destacou o aumento da responsabilidade ao assumir a nova função. “Passo a responder por 20 soldados. Estou dando um passo na minha carreira. É um momento esperado para todo militar, pois o soldado quer ser cabo, o cabo quer ser sargento”.

Para adquirir a patente, os homens passaram por um curso de 28 dias. Neste período, receberam capacitação e prestaram exames em disciplinas como direitos humanos, tiro policial, atualização da legislação, dentre outras.

A graduação emocionou parentes e amigos dos formandos. Alex Fernando dos Santos, 10 anos, aluno do Colégio da Polícia Militar, assistiu à cerimônia e informou que pretende ser PM. “É bonito ver a tropa marchando. Meu pai é soldado, meu tio se formou cabo. Mas não é só pela família, também quero ajudar a defender a comunidade”. Sueli de Jesus Triunfo, mulher de outro formando, o cabo William Triunfo, também gostou da solenidade. “Ele é esforçado, tem 44 anos e merece esta promoção”.

Texto Agecom com fotos de Gleidson Santos

3 comentários:

Anônimo disse...

isso é uma vergonha , tem policias com mais de 20 anos de serviço que era para ser promovido a sgt , ainda vai ser cabo, ganhar menos, esse governo é uma vergonha , eu se fosse soldado não iria a formatura , en tregava um atestado doação de sangue, mandava o governo colocar a divisa de cabo dentro do rab... do gov .... que todo munda sabe o nome.

Cidade citiada disse...

Eu não acredito que a sociedade baiana, seja tão ignorante, a ponto de acreditar que isso é uma coisa boa para sociedade e para o policial, que muitos, com mais de vinte anos, ha muito tempo já deveriam ser sargentos, ou seja, não estão melhorando sua situação salarial, estão é piorando. Em contra partida uma cidade como feira de santana, que segundo a ONU, deveria ter no minimo 90 viaturas realizando rondas, conta com menos de vinte, ou seja 30 viaturas já seria estado de greve, imagine 20 ou menos, A exemplo da 65 CIPM, que cobre desde os distritos de são Jose,jaguara, e Bonfim de feira, alem de vários bairros críticos da cidade de feira, compreendendo mais de 200.000 habitantes, e atualmente só existem duas viaturas rondando, a blazer 65 e a lobo 76, que diga-se de passagem a lobo 76 é viatura de ronda no bairro, porem foi remanejada para o serviço ordinário, devido a falta de viaturas. PORTANTO ANTES DA SOCIEDADE COBRAR, DOS POUCOS POLICIAIS E VIATURAS QUE ESTÃO NAS RUAS, COMECEM A COBRAR DOS VERDADEIROS RESPONSÁVEIS PELA SEGURANÇA PUBLICA DO NOSSO ESTADO, E TODOS NOS SABEMOS QUEM SÃO OS VERDADEIROS inRESPONSÁVEIS POR NOSSA inSEGURANÇA!

Makallin disse...

mas olha a conduta deles q tem mas de 20 anos sera q é boa a resposta é sua