quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Assembleia não foi depredada; servidores já se preparam para voltar ao trabalho


Fotos: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
Os policiais militares grevistas acampados na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) até a manhã desta quinta-feira (9) não provocaram danos ao prédio durante os dias de ocupação. A informação foi divulgada pelo presidente da AL-BA, deputado Marcelo Nilo (PDT), após conversa reservada com representantes do Exército no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Segundo Nilo, “não houve depredação” na Casa e os manifestantes “preservaram o patrimônio público”. Após varredura nas dependências da Assembleia, o acesso ao local será liberado às 10h, quando o expediente deve ser retomado. Servidores e funcionários terceirizados, notificados pela manhã sobre a volta ao trabalho, já se aglomeram no entorno da Assembleia. Em entrevista coletiva, Marcelo Nilo voltou a defender o pedido de desocupação do prédio. “Estou com a consciência tranquila. Felizmente não houve derramamento de sangue, mas qualquer um que tenha a sua casa invadida tem o direito de pedi-la de volta [...] eu tive que preservar a segurança dos meus servidores e dos meus deputados”, justificou. Apesar do sentimento de alívio com o fim da ocupação e a prisão do principal líder do movimento, o presidente da Casa evitou falar em vitória. “Nessa guerra não existe vencedor nem vencido”, ponderou.

Informações e foto Bahia Notícias

Nenhum comentário: