segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Mais uma Base Comunitária é instalada em Salvador

A Base Comunitária de Segurança, instalada no bairro de Fazenda Coutos, subúrbio ferroviário, já faz parte da vida dos cerca de 32 mil moradores da região. Com uma semana de funcionamento, a unidade já é referência. “Eu ia embora do bairro, não achava que pudesse criar meus filhos aqui por causa da violência e o abandono, resolvi esperar pra ver se com a base algo ia mudar e não me arrependi. Pretendo ficar porque agora sim vivemos mais tranquilos e com segurança”, declara a moradora Débora de Souza, 30.

O equipamento atende a três grandes áreas – Fazenda Coutos I, Fazenda Coutos II e Fazenda Coutos III. Desde o dia 16 deste mês, quando foi instalada a unidade, diversas reuniões estão sendo realizadas entre o comandante da base, Tenente Alã Carlos e líderes comunitários, representantes religiosos, associação de comerciantes e feirantes da região.

De acordo com o presidente da Associação de Amigos da Comunidade de Fazenda Coutos III, Eduardo Silva, alguns resultados já estão sendo alcançados. “Os moradores vêm aqui e comentam com a gente a felicidade que este lugar proporciona agora. Podemos tomar um ar fora de casa à noite, os mercados ficam abertos até mais tarde, o que antes não acontecia.”

Eduardo destaca que as reuniões estão servindo também para priorizar demandas sociais da região. “Já nos encontramos; agora é aguardar o início dos cursos profissionalizantes que vão acontecer por meio da implantação da base aqui e que vão dar mais qualidade de vida aos cidadãos”, disse.

Atendimento diferenciado

Para realizar o trabalho preventivo e o atendimento das ocorrências na quinta base implantada por meio do programa Pacto pela Vida, até o fim do mês estarão em funcionamento todas as 15 câmeras de monitoramento. Além dos servidores que fazem rondas periódicas na comunidade. “Outro dia vi dois policias comunitários abordando uns jovens que passavam, depois da revista ele agradeceu os garotos e apertou a mão deles, que saíram tranquilos. Isso me surpreendeu muito, uma abordagem tão amistosa e ainda explicando que se tratava de um procedimento de rotina”, declara o comerciante Sidney Pinheiro Almeida, 37.



Sem registros graves

De acordo com o comandante Alã, o policiamento tem o apoio de quatro viaturas, entre carros e motos durante 24h por dia. “Desde o dia 16, quando foi implantada a unidade, não tivemos grandes ocorrências, nenhum registro grave, apenas brigas entre vizinhos e famílias. Este já é um resultado positivo, as pessoas vêm até aqui conversar conosco, estamos trabalhando mesmo em parceria com a população”.

Além do efetivo de 120 policiais militares, a base possui um centro digital de cidadania e vai proporcionar cursos profissionalizantes e preparatórios para o vestibular, além de atividades culturais e sociais, como explica o tenente Alã. “A partir da próxima semana serão abertas as inscrições para o curso de inclusão digital. Apenas esta semana mais de 300 pessoas estiveram aqui à procura deste curso. Haverão também outras ações e especialização através do Topa [Todos pela alfabetização], EJA [Educação de Jovens e Adultos], Universidade para Todos, curso de técnico de enfermagem, além de cadastramento do Bolsa Família e visita do SAC Móvel [unidade itinerante do Serviço de Atendimento ao Cidadão].”

O fato alegra Edmeire Silva Gomes, 30, que vê um futuro melhor para a filha de quatro anos. “Expliquei pra ela que não é pra estranhar os policiais que fazem a ronda, porque eles estão aqui para nos proteger. Sei que ela vai ter futuro melhor e graças também a alguns dos projetos sociais que já começaram a surgir”, afirma.


5 comentários:

morador do george americo disse...

Os políticos de feria de Santana são umas carniças, cadê as bases comunitária de feira de Santana com certeza eles acham que não precisa , ainda diz que o líder do governo é Zé neto,poupe-me.

Carlão. disse...

MORADOR DO GEÓRGE AMÉRICO, se liga, os políticos não moram em periferia, moram em condomínio com segurança armada e cerca elétrica.Só aparecem por aqui em época de eleição, aliás este ano eles vem, mais o povo (digo nós)somos ingênuos, acreditamos nesses malandros transvestidos de gente de bem e lá se vão mais quatro anos.Cabe a nós recebê-los com tomates e ovos, só assim eles saberão que o povo que tem a fôrça para mudar, não está mais bêsta.

Anônimo disse...

eu quero saber se eles nao vao peqa e rafael q comanda mo alto das pombas depois que perna e cia foi pra o presidio de sequrancamaxima

Morador do G.A disse...

George Américo não precisa de base comunitária,PRECISAMOS É DO RODO.Por que lugar de ladrão é em baixo da terra!

Makallin disse...

ja temos uma base comunitaria é no feira VI e nos bares da cidade é onde a policia esta mas é poriso q a guarda municipal esta comandano feira valeu macos comando vc é 10 OK eu falo mesmo