sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Quadrilha roubou mais de 500 botijões de gás

Ao apreender nas últimas 48 horas, nos municípios de Camaçari e Pé de Serra, 500 botijões de gás, roubados há quatro dias de um caminhão de entrega, na BA-042 (Estrada do Feijão), investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga), desativaram um esquema de receptação de gás liquefeito.

O comerciante Vivaldo de Jesus Almeida, proprietário de uma revenda e também autor de roubos a carga, teve a prisão preventiva solicitada à Justiça nesta sexta-feira (16), pelo delegado João Rodrigo Uzzum, titular da Decarga. Cem botijões estavam na localidade de Santo Agostinho, em Pé de Serra, num posto de combustível pertencente a Vivaldo, que está sendo procurado.

No depósito da empresa Supergásbrás, na Avenida Jorge Amado, em Camaçari, os policiais apreenderam, na quinta-feira (15), 200 botijões roubados e revendidos por Vivaldo ao microempresário Jozimar Rodrigues da Silva, autuado em flagrante por receptação. Ao ser interrogado, ele declarou ter adquirido a carga de dois homens, a bordo de um caminhão Mercedes Benz, de cor vermelha, com os quais já realizava negócios há mais de um ano, sem desconfiar que tratava-se de produto de origem ilícita.

Em outro depósito em Camaçari, o Mangabas Gás, na Rua Antônio Carlos Soares, foram encontrados mais 200 botijões. O estabelecimento pertence a Antônio Ribeiro de Queiroz, também autuado por receptação pelo delegado João Uzzum. O comerciante afirmou na delegacia ter comprado os botijões em mãos de dois homens, identificando um deles como Vivaldo de Jesus Almeida.

Cachaça

As investigações apontam Vivaldo como o líder de uma quadrilha especializada em roubo de botijões de gás, que, após render motoristas de caminhões de entrega nas estradas, transfere tudo para o caminhão de cor vermelha, citado pelo receptador Jozimar, revendendo o produto para comerciantes do setor. “Os motoristas assaltados são obrigados a ingerir cachaça pelos ladrões, que os abandonam em locais desertos.”, apurou o delegado Uzzum, que busca identificar os comparsas de Vivaldo de Jesus Almeida.

2 comentários:

Anônimo disse...

o principal acusado de todos esses roubos aí continua solto aqui no santo agostinho aqui em pé de serra,o verdadeiro dono do posto,o antonio raposinha,esse vivaldo aí alem de comparsa e laranja dele,os policiais da decarga tiveram aqui no povoado e detiveram o antonio raposinha e andaram com ele dentro do veiculo por alguns minutos,provavelmente pra fazer a cobrança da fiança ali no local e jogar a culpa toda pra vivaldo...o antonio raposinha é ex vereador da cidade de pé de serra ,ladrao de gado,gasolina,gas e outras coisas mais...todo mundo aqui da regiao sabe disso,mas ele tem dinheiro e a policia é corrupta,infelizmente

Anônimo disse...

Queremos parabenizar os policiais da DECARGA pelo brilhante trabalho o qual desempenham nesta nossa imensa Bahia. Infelizmente ainda existem pessoas ignorantes e sem escrupulos. Na verdade esses policiais mereciam mensoes honrosas pela coragem como desempenham suas funções....A SOCIEDADE