quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Mais integrantes da quadrilha de “Buiú” são presos

Uma investigação conjunta das Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) de Itabuna (6ª) e Eunápolis (23ª) levou à prisão do traficante Genivaldo Dantas dos Santos, na madrugada desta quinta-feira (22), em uma fazenda na localidade de Itararé, zona rural de Buerarema. Genivaldo é integrante da quadrilha liderada por André Márcio de Jesus, o “Buiú”, apontado como o líder do tráfico de drogas nos bairros Baianão e Mercado do Povo, em Porto Seguro.

Na mesma operação, os policiais localizaram também o traficante Rivaldo Freitas de Oliveira, o “Maicão”, foragido da 1ª Delegacia Territorial (DT) – Porto Seguro, desde novembro deste ano, quando matou um soldado da PM na fuga. Ele também estava escondido na fazenda em Itararé e, ao perceber o cerco policial, tentou fugir pelos fundos da propriedade, atirando contra os investigadores. Houve revide e “Maicão” foi ferido no confronto e não resistiu.

Os investigadores apreenderam, no local, uma pistola 380 mm, dois revólveres calibre 38 e certa quantidade de crack, maconha e cocaína. Genivaldo é foragido da Justiça de São Paulo, onde tem mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. Naquele estado, o criminoso responde ainda a oito processos por crimes como homicídio e lesão corporal. Atuado por tráfico, Genivaldo ficará custodiado na Delegacia Territorial de Buerarema.

O traficante “Maicão” foi o responsável pelo assassinato do policial militar Luiz Cláudio Dias dos Santos, com quatro tiros, durante sua fuga da carceragem da DT de Porto Seguro. Os investigadores das Coorpins de Itabuna e Eunápolis chegaram até os traficantes depois de monitorar os movimentos de Taise Santos de Jesus, também integrante da quadrilha de “Buiú”, que se deslocaria de Porto Seguro para Buerarema com drogas para “Maicão” e Genivaldo. Ela foi autuada por associação para o tráfico e ficará custodiada na delegacia de Buerarema.

Porto Seguro

O titular da 23ª Coorpin, delegado Evy Paternostro, disse que, depois dos incidentes ocorridos em Porto Seguro, promovidos por traficantes em represália a operações da Polícia para reprimir o tráfico, a segurança foi reforçada na cidade. A Delegacia Territorial (DT) de Arraial d’Ajuda e a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur), em Porto Seguro, teve aumento de pessoal, com mais investigadores. Escalas extras foram programadas para ampliar a ação das unidades policiais. Segundo Paternostro, as investigações para localizar e prender o traficante “Buiú” também foram intensificadas.

Ascom/PC

2 comentários:

Anônimo disse...

Depois dizem que feira é violenta,manda essas desgraça pra cá que não duram um mês!nossa cidade é violenta pra esse tipo de gente,e isso a imprensa não divulga!

Anônimo disse...

a cada dia a bandidagem estão si armando e ficando mais ousada