sábado, 17 de dezembro de 2011

Garota de Cinco anos é surrada pela propria mãe com fio de carregador de celular

Uma garota de cinco anos compareceu na manhã desta sexta-feira (16), no Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana acompanhada pelos avós para realizar exame de corpo de delito.
A mesma história que a garota contou na Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (DEAM) repetiu à reportagem do Blog Central de Polícia. Ela disse ter sido agredida pela mãe.A menina não poupou palavras e disse que a surra que levou foi porque queria brincar de bicicleta e o pedido não foi atendido.“Ela me bateu com fio de carregador de celular, doeu muito. Ela disse para que eu não saísse de casa para ninguém ver as marcas no meu corpo. Mamãe disse: ‘se alguém perguntar o que foi isso, diga que foi o cachorro’, contou a criança ao repórter Denivaldo Costa da Rádio Subaé AM.
O avô, Luiz Carlos Vasconcelos Pinto, informou que as marcas em várias partes do corpo da neta não aparentam ser recentes. Segundo ele, a ex-nora Daniela Santana Reis, 27 anos foi a autora da agressão e teria escondido a filha por alguns dias em casa com medo de ser denunciada.
O comerciante disse à reportagem que a menina saiu com a avó para as compras do natal e quando as roupas estavam sendo experimentadas observou as marcas da agressão em várias partes do corpo.

O fato foi comunicado às autoridades policiais e ao Conselho Tutelar do município.“Ela (a mãe) está separada do meu filho e nós já estávamos desconfiados dos maus-tratos com a criança, que permanece ainda com a guarda da mãe. As marcas do corpo da menina são de fio de carregador de aparelho celular e estão visíveis no pescoço, costas braços e nas pernas e outros lugares”, finalizou o comerciante Luiz Carlos, enfatizando que teme que algo de ruim aconteça com a sua neta.

Matéria Exclusiva do Reporter Denivaldo Costa e fotos do Blog Central de Polícia

9 comentários:

Anônimo disse...

Esperamos que a "Lei da Palmada" seja sancionada para que a justiça possa cumprir as punições devidas a esse tipo de mulher que não consegue se realizar na vida e descarrega as próprias frustrações nas crianças, que são indefesas. Aposto que essa mãe é muito mal amada.

Anônimo disse...

clealisquem é pai que nunca bateu um filho? estes avos fizeram isso ai pra dispuatar a guarda da menina... nada mais, quero ver se deus livre esta menina der pra ruim começar a usar dorgas na rua se estes avos vao culpar a mae.... por que o pai que nao educa deixa prara o mundo educar... ta ai o mundo a cada dia melhor com crianças sendo assassinadas todos os dias na rua

mãe revoltada disse...

Dr.Valter , da vara da infância tem que tomar alguma posição, tem que acompanhar esse caso de perto essa criança está passando por dias de terror com essa mãe desequilibrada.

Anônimo disse...

o que essa mãe fez é um absurdo.ela passou do limite.mas a lei da palmadinha vai ser bom para formar mas marginas.é melhor a mãe da a polmadnha do que a mãe ver a policia bater

Anônimo disse...

Educar assim espancando uma criança de 5 anos é a pior atitude dos pais que não tem equilíbrio psicológico, discordo totalmente desse tipo de disciplina. Talvez essa mulher esteja descontando na criança por seu ex parceiro nã querer mais conta com essa louca.

Anônimo disse...

isso e um adsurdo o que essa mae fez essa pessoa do segundo comemtario deve fazer o mesmo com seus ou seu filho pra achar isso certo pancada nao educa pelo contrario gera odio e revolta

nina disse...

Não sou a favor q espanque, mais umas palmadas de vez em qdo ñ mata ninguém, até pq pé de galinha ñ mata pinto como diz o ditado, toda mãe sabe onde bate, já a polícia ñ, esse lei q tão querendo inventar de pai e mãe ñ poder bater em filho é um absurdo,quem cria filho é pai e mãe, a justiça só pune por tanto acho q tem sim q corrigir os filhos, se nós corrigindo já estamos vendo ai o resultado imagine o resto?? corriri o filho com vara assim diz a bíblia, e qto esses avós tão querendo a guarda da criança isso é notório

Anônimo disse...

Nina,com certeza você levou está citação da bíblia ao pé da letra.Na ''vara'' significa com mãos firmes ou outra coisa do gênero.Agora,bater não educa,se fosse assim homem que fosse espancando na infância não dava pra ladrão.Educação se aprende vendo e com exemplo dos pais.O que essa mãe fez não tem justificativa.E se os avós querem a guarda da criança é porque boa coisa a mãe não é,e ainda mais dá uma surra por causa de algo tão fútil,só porque a menina queria brincar?isso não era motivo nem pra ela se estressar,essa mulher é uma desequilibrada!...não tentem defender essa monstra.BATER NÃO EDUCA!...E para de ser ignorantão,a justiça pune,porque vivemos em uma sociedade onde existe leis.Palmada e nem surra de carregador educada,isso só causa traumas, constrangimento e revolta na criança.Vocês que a defendem devem ser como ela,burras,analfabetas e ignorantes.Detesto quando alguém usa a bíblia pra justificar e argumentar,e principalmente quando não sabe interpretar nem o que tá lendo!

Anônimo disse...

E vc com certeza é a palmatória do mundo, se fiz meu comentário é pq sou livre para expressar o meu ponto de vista, vc ñ é obrigado a concordar, mais apelar já é demais, vc no minimo foi deselegando com suas ofensas, é isso ai vc pensa do seu jeito e eu penso do meu e a vida segue em frente. um abraço!!