terça-feira, 1 de novembro de 2011

Determinação Judicial: Presos em flagrante vão ser encaminhado para Esplanada


O coordenador da Polícia Civil de Feira de Santana, delegado, Ricardo Brito afirmou que se reuniu com a Defensoria Publica, Justiça, Ministério Publico e ficou definido que, a partir desta data (1/11), todos os presos que foram autuados em flagrante, deverão ser encaminhados para o Conjunto Penal de Esplanada. Essa decisão aconteceu, depois de uma manifestação dos Agentes Penitenciários do Conjunto Penal de Feira de Santana, que se revoltaram, com a decisão judicial local, onde foi interditada a Carceragem do Complexo Policial Investigador Bandeira e que os presos deveriam ser encaminhados para o presídio.

REVOLTA

Na manhã de segunda-feira (31), agentes penitenciários do Conjunto Penal de Feira de Santana barraram a entrada de oito presos no interior da unidade. Eles estavam sendo encaminhados para a unidade por policiais civis da 2ª Delegacia e da coordenadoria. Já que, através de uma decisão judicial, a carceragem do Complexo Policial Investigador Bandeira está interditada e não pode receber presos.

Durante todo dia de ontem, os agentes penitenciários realizaram uma manifestação no Conjunto Penal, para que a Justiça revise a decisão da interdição da Carceragem do Complexo Policial. A manifestação contou com 60% dos agentes, o total de 58. Na tarde de ontem aconteceu uma assembleia entre os agentes e decidiram manter a paralisação e a proibição de entradas de novos presos.

REFORMA

A direção do Conjunto Penal de Feira de Santana, através do diretor Edmundo Dumed, já começou a fazer as transferências dos presos, que ficam nos pavilhões, 5,6,7 e 8, para o 1,2,3 e 4, sendo que, as reformas dos pavilhões serão começadas ainda nessa semana.

O que esta preocupando a direção e os agentes penitenciários, é que, os pavilhões 1,2,3 e 4, tem capacidade para 150 presos, mas, a unidade esta com 850 e todos deverão ficar em uma só ala.

Um comentário:

servidor policial disse...

Quero saber se vai ter diarias para os servidores da segurança pública que irão fazer tal escolta para esplanada. Isso é um absurdo.