quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Sucessor do traficante Betão é preso também



Investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) prenderam, na manhã de ontem (18), na localidade da Baixa do Tubo, no Bairro da Paz, o traficante Marcelo Santos Almeida, 29 anos, gerente da “boca de fumo”, explorada por Roberto dos Santos, o “Betão”, preso no início do mês e, até então, líder do tráfico de drogas naquela região da capital.A apresentação do traficante aconteceu às 15 horas de hoje, nas dependências da DRFR, na Baixa do Fiscal, e contou com a presença da diretora do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP), delegada Carmem Dolores Bittencourt, e do delegado titular da DRFR, Antônio Cláudio Pereira Oliveira, que comandou a operação que resultou na prisão de Marcelo. O traficante estava acompanhado da mulher, Cristina Santos Fraga, 22 anos, no momento da prisão, efetuada na residência do casal - uma casa confortável e com piscina -, onde foram surpreendidos pelos policiais. No imóvel, foram apreendidos um revólver, calibre 38, reforçado e uma pistola, calibre 380. Ambos municiados.Encaminhada à DRFR, Cristina, grávida de três meses, foi ouvida e, logo em seguida, liberada. Marcelo foi autuado por porte ilegal de arma. Ele se encontra custodiado no Complexo da Baixa do Fiscal e deverá ser transferido para a Unidade Especial Disciplinar (UED), no Complexo Penitenciário da Mata Escura.De acordo com o delegado Antônio Cláudio Pereira Oliveira, titular da DRFR, que comandou as ações de busca e prisão do traficante, Marcelo passou a comandar o tráfico de drogas naquela região do Bairro da Paz depois da prisão de “Betão”, que está encarcerado também na UED. Marcelo se tornou o sucessor dos negócios de “Betão”.Conexões na BolíviaBraço direito do traficante Genilson Lino da Silva, o “Perna”, recolhido à Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, “Betão” foi preso no dia 3 de novembro, em sua casa, no Bairro da Paz. No interior do imóvel, os investigadores da DRFR encontraram um túnel de acesso a um esconderijo que ficava ao lado da fortaleza do tráfico. Ligado a traficantes da Bolívia, “Betão” possuía laboratórios para refino de cocaína em alguns bairros de Salvador e cidades do interior. Segundo a Polícia, o criminoso está envolvido em pelo menos três homicídios ocorridos na capital e vinha fornecendo armas para quadrilhas de assaltantes de bancos, de carros fortes e de empresas de segurança e transporte de valores.

TRÁFICO EM ITAPETINGA
Dois jovens de 18 anos, Carlos Augusto Borges Brito e Denilson Trindade Nascimento, foram presos, nesta quinta-feira (18), por investigadores da Delegacia de Itapetinga, a 527 quilômetros de Salvador, com 51 pinos de crack e a quantia de R$ 68,50. Flagrada em um imóvel utilizado para a venda da droga, a dupla tentou fugir dos policiais pelos fundos da casa, pulando muros e invadindo quintais, mas não obteve sucesso. Na delegacia, os traficantes confessaram que as drogas haviam sido adquiridas de outro traficante em Vitória da Conquista.Desempregados, Carlos Augusto e Denilson Trindade disseram ainda que cada pino da droga estava sendo vendido pela quantia de R$5,00. Os dois foram autuados em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas e encontram-se custodiados no complexo policial de Itapetinga, à disposição da Justiça.

Nenhum comentário: