segunda-feira, 24 de maio de 2010

Dois homicídios registrados à luz do dia de segunda-feira

O deficiente fisico Carlito foi assassinado covardemente quando dormia
O lavador de carro Binho foi assassinado quando assitia um sorteio de um bingo

Em plena luz do dia desta segunda-feira (24) dois homens foram assassinados na cidade. Os crimes aconteceram na Feira do Rolo, nos fundos do SAC, e no bairro Liberdade. O lavador de carros conhecido como Binho, que residia no bairro Rua Nova, foi assassinado com quatro tiros de revólver, nas proximidades de uma barraca de bingo na Feira do Rolo.

Militares comparecem no local do crime





Segundo o Tenente Sachdev, da 64ª Companhia Independente da Polícia Militar, populares afirmaram que a vítima assistia a um sorteio de bingo em uma barraca na feira, quando um homem, vestindo camisa vermelha e bermuda branca, se aproximou e deflagrou quatro tiros, acertando a cabeça de Binho, que não resistiu e morreu. O assassino saiu andando com a arma empunhada.
O crime será investigado pelo Serviço de Investigação da 1ª Delegacia, que tem o comando do delegado Matheus Souza.




O deficiente físico Carlos Antonio Rodrigues Alves, conhecido como Carlito, 54 anos foi assassinado com três tiros de revólver, no início da tarde de ontem, quando dormia em sua residência, localizada na Rua Pau Ferro, no bairro Liberdade.
Policiais militares do Ronda nos Bairros, sob o comando do soldado Vasconcelos, compareceram ao local. Segundo Vasconcelos, informações de testemunhas apontam para Daniel Santos da Silva como o autor do crime.
Ainda de acordo com os militares, dias atrás, “Daniel caminhava ao lado da residência da vítima e, ao avistar uma guarnição da Polícia Militar, teria jogado uma arma que carregava no terreno de Carlito. Depois, o acusado foi até a residência de Carlito procurar a arma, como não a encontrou, acusou Carlito por ter pegado a arma. Embora a vítima tenha dito a Daniel que não pegou a arma e que não sabia de nada, este invadiu a residência e, por cima da janela, deflagrou três tiros na cabeça de Carlito.
Segundo familiares e amigos de Carlito, ele era um homem de boa índole e não tinha qualquer envolvimento com o mundo do crime. “Provavelmente, o assassino é Daniel, já que o mesmo tem envolvimento com o mundo do crime e ameaçou Carlito de morte”, afirmou um familiar, que preferiu não ser identificado.

Nenhum comentário: